Como se proteger do sol no dia a dia

Vinicius Pestana

Updated on:

Quem não ama o sol, não é mesmo? Eu adoro, seja no verão, aproveitando a praia, ou mesmo no dia a dia, curtindo aquele calorzinho gostoso em uma caminhada, por exemplo. Mas, como tudo na vida, o sol em excesso também faz mal; por isso, alguns cuidados são fundamentais – e não somente na estação mais quente do ano! Pensando nisso, para lhe ajudar a manter a pele sempre saudável sem deixar de curtir todas as coisas boas dos raios solares, separei algumas dicas de como se proteger do sol, além de curiosidades. Olha só!

A importância de cuidar da pele ano todo

Ficar um tempinho curtindo os raios de sol é tudo de bom, né? E, realmente, a luz solar pode trazer benefícios para a saúde, como estimular a produção da vitamina D e da melanina no organismo, regular o relógio biológico e proporcionar bem-estar. Porém, quando ficamos muito tempo tostando ao sol, ele acaba gerando problemas para a nossa saúde.

Além de todos os incômodos que podem aparecer por causa de uma exposição prolongada à luz solar – como a insolação, que causa dor de cabeça, tontura, enjoo, entre outros sintomas -, até mesmo ficar sob o sol apenas um pouco a mais do que o indicado consegue estragar a sua saúde, principalmente a da pele.

Esses danos à pele têm relação direta com os tipos de raios que o sol emite; eles não são todos iguais. Os raios UVB são aqueles que penetram somente nas camadas mais superficiais da pele, por isso, em excesso, causam aquelas típicas queimaduras de verão – de quem dormiu na praia e acordou parecendo um tomate, sabe? Já os raios UVA atingem as camadas mais profundas da pele, e trazem malefícios a longo prazo, como manchas, envelhecimento precoce e até mesmo câncer de pele.

Para evitar que, ao invés de lhe dar mais disposição e bem-estar, o sol acabe trazendo danos à sua pele, é muito importante saber qual produto utilizar – o que eu explico mais adiante – e também adotar alguns hábitos (muitos deles bastante práticos!) no dia a dia.

Dicas práticas para se proteger do sol

A principal maneira de se proteger do sol é justamente utilizando protetor solar! E, claro, isso não vale apenas para quando você for à praia, mas também no dia a dia, a caminho do trabalho, indo passear no parque, dando aquela corridinha pra manter a forma e até mesmo em locais abrigados do sol.

Tenha atenção com o valor do FPS do seu protetor, pois ele indica quanto tempo você pode ficar ao sol sem se queimar. Por exemplo, se você leva cerca de cinco minutinhos para se queimar, um protetor com FPS 10 lhe protege por 50 minutos (5×10); e se o fator fosse 30, sua proteção seria de 150 minutos. No dia a dia, o FPS entre 15 e 20 é eficiente para resguardar sua pele. Também não se esqueça de retocar o protetor a cada duas horas!

Existem outras dicas que ajudam a manter o corpo abrigado do sol: usar chapéu ou boné, vestir roupas leves e claras e evitar se expor ao sol nos horários em que seus raios estão mais fortes (entre 10h e 16h) são atitudes bastante simples mas que ajudam muito a evitar que a sua pele fique queimada, além de impedir o surgimento daqueles problemas mais sérios.

Qual a diferença entre protetor e bloqueador solar?

Outro fator importante para quem quer entender como se proteger do sol é ter atenção com qual produto irá utilizar para garantir o bem estar da pele – protetor ou bloqueador solar? Muita gente acha que eles são como tangerina e mexerica, ou seja, a mesma coisa; mas na-na-ni-na-não! Há uma grande diferença entre esses dois produtos.

O bloqueador, como o próprio nome já dá uma pista, bloqueia o acesso dos raios UVA e UVB até a pele, o que inclusive impossibilita o bronzeado. O lado ruim é que, por ser um escudo tão forte, o bloqueador deixa a pele esbranquiçada e opaca após a aplicação. Por isso, é mais indicado para quem tem uma pele muito branquinha e é mais suscetível à ação solar.

Já o protetor solar não bloqueia os raios UVA e UVB de vez, ao invés disso, faz com que a pele reflita essa radiação solar, transformando-a em luz visível (que é inofensiva para a pele). E aqui já vai uma dica: quem tem pele seca se dá melhor com produtos em creme ou loção; já a pele oleosa demanda produtos gel ou oil-free.

Você está achando que eu esqueci do bronzeador? Ledo engano: esse último produto não é tão focado assim na proteção da pele, mas sim em fazer com que ela fique com aquele tom bronzeado que arrasa no verão – e que eu luto muito para manter quando essa estação chega. Ele bloqueia parte da radiação e faz com que a pele se bronzeie mais rápido através da otimização na queima das células.

Com essas dicas, você já sabe o que precisa fazer para manter a sua pele sempre linda, saudável e protegida do sol – tanto nos quentes e deliciosos dias de praia como em todos os outros dias do ano!

Deixe um comentário